ITIL e DevOps podem coexistir?

Percebi um movimento muito forte em relação ao DevOps recentemente. E tenho visto opiniões equivocadas acerca deste novo modelo de boas práticas. Muita gente diz ser “o futuro do ITIL”. No entanto, vejo de outra forma. Acredito que os dois frameworks, na verdade, se integram e que DevOps consiga dentre outras coisas, fornecer ao ITIL um pouco do “como”, no que se refere a uma implantação de processos ágil, sem desperdícios e bem integrada, considerando os dois lados, desenvolvimento e operações.

Outro ponto que não pude deixar de observar é com relação à atual condição de alguns profissionais envolvidos em implementações de processos orientados à ITIL. Acredito que o processo criado na ITIL v3 para atingimento da certificação Expert possa ter sido relativamente “facilitado”. De certa forma, algumas habilidades inerentes a um gerente de serviço, como dissertação e capacidade de síntese não são testadas num nível tão alto quanto na época do ITIL Master da versão 2. Como exemplo, conheci profissionais certificados no nível Expert, que tinham dificuldades com conceitos básicos de matriz RACI. Me parece que tal despreparo provoca reações no mercado, pedindo novas práticas ou frameworks. E muitos acabam por colocar a “culpa” de tudo isso no ITIL, ao invés de entenderem que, independente do framework utilizado, sempre teremos profissionais envolvidos.

Gostaria de saber a opinião de vocês acerca deste tema, atualmente tão controverso.

 
Consultor de Negócios | Especialista em Governança e Gerenciamento de Serviços de TI

2 comentários em: “ITIL e DevOps podem coexistir?

  1. Olá Carlos. O ITIL é bem abrangente e concordo contigo da questão do DevOps dizer o como executar processos cobertos pelo ITIL. Existe um conjunto de práticas na qual nem há citação dos praticantes ou entusiastas de DevOps (pelo menos do que tive contato) e que com isso não vejo como desqualificar o ITIL, principalmente nos aspectos de gestão de processos, serviços e práticas de slm/csi.
    Vejo tambem muitos profissionais considerando DevOps apenas automação, não abordando a questão cultural e colaborativa.

Comentários estão desabilitados no momento.